Cursos Belo Horizonte: e-mail para helenacompagno@hotmail.com ou acesse na janelinha à direita

28 de outubro de 2012

E assim ela realizou seu sonho...


...finalizando o curso de Costuras para Iniciantes. Foi embora, levando a mochila que costuramos em sua última aula.

Nosso primeiro contado foi por e-mail. Ela escreveu querendo saber o valor do curso porque julgou que o preço informado poderia estar desatualizado. Agora escrevi "atualizado". Respondi que todas as informações, inclusive preço, já estavam no post (e indiquei o post). Depois que nos conhecemos - e nos tornamos amigas - confessou que o texto do post dava a impressão de ser uma pessoa meio arrogante porque eu dizia: "apenas me escreva se realmente estiver interessada no curso". Modifiquei essa frase para não causar a mesma impressão que teve a Ju quanto a minha pessoa; impressão que foi dissolvida no instante em que abri a porta para atendê-la no primeiro dia de aula. Recentemente ela me fez outra confissão: "imaginei que você fosse parecida com aquela senhora da foto!" (foto abaixo). Ela é muito engraçada! 
Apaixonei-me pela Ju, pela sua simpatia, seu carisma, sua força e coragem perante à vida; sua disposição, pois vinha todas as quintas-feiras, sem atraso, lá de Sabará - cidade vizinha a Belo Horizonte.

No primeiro dia ela chegou toda sorrisos, elogiando tudo, falante... Conversamos, fomos para a máquina de costura treinar uns pontinhos e foi só risadas, pois ela nem sabia o que era pedal, ponto reto, zigue-zague... A cada linha costurada vinha uma exclamação dela mesma: "nossa, eu estou costurando... ai, meu Deus, eu nem acredito que estou conseguindo..." e risadas vinham acompanhando. Ah, e os quitutes que ela me trazia, então? 

Hoje, depois de exatamente dois meses, ela se "forma" no curso de costuras para iniciantes. Deixou esse "recadinho" nos comentários que reproduzo aqui:

"Oi Helena!
Hoje concluí meu curso de dois meses conforme dito em seu blog.
Confesso que como era uma pessoa que não sabia nada de nada de costura, não imagina tanto sucesso e satisfação pessoal. Minha família e amigos não acreditam nas coisas que estou produzindo. Pode? Eles duvidam, mas sou eu mesmo que junto ao seu talento descobri o meu kkkkkkkk.....
Muitas vezes quis escrever algo elogiar você, falar sobre o dia da aula e ficava com medo de ser vista como uma bobona. Mas hoje AMIGA (é isso mesmo, o que nos tornamos), hoje sou boba e muito feliz. Além de seguir o cronograma certinho daquilo que promete em seu curso (claro contando tb com a identificação de cada uma), quanto aprende? quantas dicas? E o que é melhor, quanta simpatia? Eu fui muito inteligente quando percebi no seu Blog que você só poderia ser muito competente naquilo que se propunha a fazer. Analisei sua forma de escrever, suas fotos, enfim a qualidade de seu Blog e pensei: É AQUI QUE VOU REALIZAR O MEU SONHO.
IUPI!!!!! Realizei kkkkkkkkkkk
Pode reservar meu horário para Dezembro, pois só irei lhe dar folga agora em novembro. Volto para aprender tudo que vc quiser me ensinar.
Agradecer? Como? A melhor forma que vejo é:
Que Deus continue lhe dando muita saúde e proteção, para você continuar ensinando esta ARTE de COSTURAR tão prazerosa como você faz. Hoje me sinto na obrigação de lhe dar PARABÉNS por ser esta profissional, pessoa e artista tão prestativa como é. Não existe nada melhor na vida que ensinar.
To muito melosa? Tem muito erro de português? Tem problema não. Esta sou eu mesmo. Até breve, viu?
Bjinhossssssssss "

Depois ela me enviou muitas fotos de todas suas costuras - costuras que reproduzia em casa sozinha, costuras que vendia. Examinei todas e fui notando a evolução, o capricho, a dedicação. Ju, guardei todas em meu arquivo com muito carinho. Mas, acima de tudo, o que mais guardei foi a nossa amizade que sei não ficará apenas dentro do ateliê!


23 de outubro de 2012

Vestida para servir

Ai se alguma feminista ler isto!!!! 

Vou confessar um sentimento muito íntimo que só confessava às irmãs: Eu gosto mesmo é de ser dona de casa! 

Gosto de servir. Gosto de usar avental, de cozinhar, arrumar a mesa... Gosto de ter deixado a empresa a qual trabalhei por anos para ser "do lar", para ser minha. Gosto de casa. Gosto de mim!

E hoje gostei mais ainda porque modifiquei um  modelo de avental - desses que as garçonetes usam em restaurantes - tornando-o bem "feminino"
Incluí bolsos que são costurados junto à lateral e barra (para as alunas costurarem sem dificuldade). Forrei botõezinhos vermelhos para combinar com os pontinhos decorativos. Agora que tenho uma ferramenta para forrar botão, coloco botão em tudo. 
Atrás um laçarote. Cabe aí um pensamento bem ousado: servir um drinque ao marido só de avental, com uma minúscula calcinha bem "enterradinha".

E por que raios a máquina resolveu mostrar imagens que não fazem jus? Fiz até questão de tirar fotos ao ar livre, sob os olhares curiosos da vizinhança! 
- Por que aquela doida está fotografando uma boneca de avental?

Arte minha filha. Sou artista. 

Mas sou, acima de tudo, eu mesma! pois nas empresas onde trabalhei vestia um personagem, muito diferente daquilo que era e gostava de ser. 

Agora créditos aos detalhes:

Tecido de bolinha, botão de bolinha

laçadinha para segurar as alças

Uma luvinha se a panela esquentar demais

bastidores

18 de outubro de 2012

Lembrancinha para a festa de aniversário

Festa infantil sem lembrancinha não tem graça, não é? Pode parecer bobagem para os adultos, mas as crianças adoram ganhar aqueles cacarecos após a festa. Às vezes a lembrancinha é até mais útil do que o próprio presente!

Quando minhas filhas chegavam das festas eu logo queria saber qual era a lembrancinha e acho que adoraria se fossem estojinhos iguais a estes, úteis e bonitos. 


Só vai precisar de tecido e zíper. Compre zíper no atacado para ficar baratinho. Escolha tecidos com o tema da festa que pode ser da Minie, do Michey, da bailarina... com um metro se faz um montão! Inclua lacinhos, gravatinhas, orelhinhas e tudo o mais o que o tema permitir. Se quiser dar assim, sem nada dentro, não tem problema. Se quiser rechear com guloseimas, melhor ainda.
Envolva toda a família: um corta, outro prega o zíper, outro dá palpite... sempre tem aquele que só palpita

Se não tem filho, faça para presentear os sobrinhos, os vizinhos, os meninos do orfanato. Faça para vender. Faça para você que é iniciante nas costuras!

16 de outubro de 2012

Mochila (genérica)

Eu vivo xeretando nas lojas onde sei que têm coisas bacanas, mas com preços salgados demais, pelo menos para o meu bolso. Fico lá, meio com quem não "quer nada" olhando, revirando, examinando e pensando: "como será que foi feito isso?" 

Assim!
Descobri!!!!
Foi assim!

E ficou assim!

E eu fui passear assim!
É claro que sempre coloco um pouco de mim, pois não gosto de fazer igualzinho aquele que vi. Gosto de modificar uma coisa aqui, outra acolá. No caso desta mochila, por exemplo, mudei o tamanho do bolso. A que me inspirou tem o bolso mais acima. Se quero o bolso mais acima, divido o tecido da frente com um lado maior que o outro.
Obs: Resolvi incluir essa mochila nas aulas de costuras para iniciantes por se tratar de  uma peça de fácil confecção, embora há aquele "pulo da gata", principalmente na virada onde vou embutir as alças junto com o forro que é mesmo só ensinando de pertinho, juntinho que a gente aprende. Eu aprendi revirando "o concorrente" só para ensinar, para tornar as aulas mais produtivas e melhores. Mas caso você não possa ser aluna, mas quer aprender também e consegue entender olhando o passo a passo (é bem explicadinho), vendo o molde junto com o passo a passo. É só clicar na janelinha "contato".

15 de outubro de 2012

Enquanto cuida dos filhos...

... e cozinha o feijão.

Recebo inúmeros e-mails de pessoas interessadas no curso de costuras dizendo que o objetivo é montar uma confecção em breve. Algumas já querem saber quais máquinas eu indicaria para esse ramo. Há infinidades de máquinas têxtil e cada uma com sua finalidade. Nunca trabalhei numa fábrica desse ramo. E nunca iria aceitar alunas com esse perfil para o meu cursinho que é doméstico. Ou seja, costuras que você possa fazer em casa enquanto cuida dos filhos ou cozinha o feijão. 


Dou aulas de costuras para quem pretende ter a costura como um lazer, um hobby ou, no máximo, como ajuda no orçamento familiar, vendendo as peças que costuramos aqui. Ensino costuras para quem gosta de costurar roupas para a sua casa, para decoração, para presentear... Não ensino a montar uma confecção. Meu curso não qualifica ninguém a ser uma empresária do ramo têxtil. Para quem pretende ter um negócio desse porte, sugiro procurar cursos profissionalizantes no Senac, onde você vai aprender a costurar no ritmo de uma fábrica. Aqui utilizo máquinas domésticas. Leia aqui sobre o curso: Corte e Costura para Iniciantes


MAS isso não significa que não possa ganhar dinheiro dessa forma - às vezes até mais do que a dona da confecção. Os ganhos serão todos seus, sem dividir com o governo, com funcionários ou com o dono do imóvel. E se o intuito é mesmo comercializar seus trabalhos, mesmo que seja apenas costurando paninhos de prato, faça com amor, com capricho, com empenho e entusiasmo. Tenho certeza que, dessa forma, alcance um dia a carreira de empresária do ramo têxtil. E por que não?



11 de outubro de 2012

A Ju merece uma foto dessas

Eu morro de inveja quando vejo fotos belíssimas nos blogs que acompanho. Invejinha saudável, viu? pois eu nunca consigo fazer fotos assim, mas hoje eu consegui!!! Bem, consegui salvar algumas entre umas trinta que deletei por falta de foco. A foto acima não está bela? 

O mais belo que vejo não é a imagem, é o gesto, o carinho, a preocupação em agradar o outro, em cativar com pequenas coisas simples que se tornam grandiosas. 

Ju, obrigada pelas horas gostosas que passamos juntas, pelos erros que cometemos, pelos acertos, pelos atalhos que descobrimos nas costuras juntas e, acima de tudo, pelas descobertas que fazemos de nós mesmas...

Aproveitando, mostro um joguinho americano que fiz usando apenas dois tecidos grossos e sem nada no recheio. Os tecidos são de decoração, 100% algodão, grossos e firmes e que não desfiam com facilidade como os demais. De um lado eu fiz florido, do outro listrado. O guardanapo é em linho com os cantos mitrados.

Porque esse doce, esse gesto e essa pessoa merecem uma mesa e uma foto com excelência, não acham?



10 de outubro de 2012

Uma casa bem mimosinha

A Mariana é outra aluna que começou há pouco tempo nas costuras, mas já está dominando bem a máquina. Está empenhada em fazer seus próprios enxovais, pois em breve será a "senhora Mariana"!



Dá para imaginar a tetéia de casinha dessa jovem noivinha?

E dá para imaginar como eu fico orgulhosa dessas meninas?

9 de outubro de 2012

Barra em saia godê

Clique na foto para visualizar melhor.

veja aqui de pertinho. Faça bonitinho, hein?
A saia mullet que mostro aqui foi feita pela minha filha. Porém, na hora de fazer a barra é que são elas, pois sendo a saia godê e o tecido fino, fica mais difícil. Dou uma dica bem simples para que  a sua saia não fique com o acabamento feio.

O primeiro passo é aparar a barra com a tesoura com muito cuidado para que fique bem certinha.  Depois, mude o ponto da sua máquina de costura para o  zig-zag e deixe o ponto bem pequeninho - na Janome eu usei o ponto no número 1 (quase no 2). Coloque a linha da mesma cor do tecido e acerte a beirada do tecido bem no meio do pé da máquina. Vá costurando - demora um pouco porque o ponto é bem pequeno, delicado. Tenha paciência porque vale a pena. Uso muito esse recurso em saias longas e tecidos finos. Lembrando que deve ser feito com muito capricho para que fique quase imperceptível.
Atualização:
A Larissa, uma seguidora do blog, deu a seguinte dica:
"... experimentei uma maluquice (pensei: pior que está não fica): passei a tesoura na bainha, depois com muito cuidado queimei a beiradinha do tecido com vela. Feito isso peguei minha janome e fiz uma costura reta em toda a volta da saia, dobrando uma pontinha de nada do tecido. E só então passei o ponto de zigue e zague bem pequenininho. Uffa!!! deu um trabalhão, mas ficou lindo. Com um ondulado tipo dessas roupas chiques compradas em boutique. Eu gostei tanto que quando vi sua postagem da bainha tive que compartilhar, quem sabe algum dia você experimenta e fique tão satisfeita como eu fiquei.
Parabéns pelo blog
Larissa 
coloquei forro bem curtinho, acompanhando a parte menor.

6 de outubro de 2012

Um nenê nas aulas de costuras

Conheci a Michelly na semana passada em seu primeiro dia de aula de costuras. Primeiro recebi um e-mail dela dizendo que, embora morasse no mesmo bairro, não poderia frequentar as aulas de costuras porque tinha duas filhas,  uma de cinco anos e outro bebê de apenas 9 meses. Prontamente eu respondi: Traga a nenê, então!
E ela trouxe!!!!

E foi uma alegria receber a animada Michelly com a sua Carol, um bebê lindo de apenas 9 meses, boazinha e fofa! Ela veio a pé, empurrando o carrinho, subindo e descendo ladeiras - Belo Horizonte tem muitos morros! mas chegou toda animada, munida de biscoitinhos, água, suco e brinquedos caso a Carol resolvesse chorar. Mas ela ficou tão boazinha que dava gosto. E daí costuramos, conversamos, rimos durante duas horas enquanto a Carol observava com seus olhinhos atentos a todo movimento. 

Michelly, estou doida que chegue logo a terça-feira para mais um encontro porque em breve quero lhe ensinar a costurar lindos vestidinhos iguais aqueles que costurava para as minhas filhas. Costurar vestidinhos é o melhor da costura. Eu acho.

5 de outubro de 2012

Nesse mundo tem de tudo...

Recebi um comentário de uma pessoa assinada como "anônimo" no post onde anuncio que vendo moldes de organizador de bolsa. Vejam:

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Organizador de bolsa ou porta-maquiagem (molde)": 
Gente não caiam nessa... há moldes e mais moldes na internet encontrados facilmente no google.
http://patricia-patoco.blogspot.com.br/2012/04/organizador-de-bolsa.html
http://mundodelinhas.blogspot.com.br/2012/02/organizador-de-bolsa-pap.html
http://ro-aguiar.blogspot.com.br/2012/06/organizador-de-bolsa-sem-complicacao.html 

E caso esse "anônimo" dê o ar da graça, ou melhor, da sem graça, deixo aqui um recadinho para ela:

Olha, eu vendo os meus moldes sim porque há pessoas que compram. E graças a Deus vendo muitos e muitos. Se há outros na internet, ótimo que existam pessoas que disponibilizam os seus "de grátis"  Dou aulas de costuras para quem sonha em iniciar nas costuras, para quem quer ter uma atividade, um lazer, um passa-tempo, uma alegria... As pessoas que geralmente compram meus moldes são pessoas que seguem meu blog, que moram longe, que gostariam de fazer as peças que ensino aqui e não acho ético dar de graça aquilo que minhas alunas pagam para aprender. 

Posto as belas coisas que são feitas aqui no curso, a maioria desenvolvida por mim mesma e quando não, compro peças prontas em lojas caras e elegantes para aprender a montagem e ensinar às alunas. Os moldes que são postados "de grátis" na internet, precisam ser baixados os programas,  imprimir, colar as partes, entender a montagem... Há pessoas que têm uma certa dificuldade para isso, preferem comprar o molde já prontinho e muitas que compram querem fazer igualzinho aos meus porque admiram meu trabalho. Não engano ninguém, compra quem quer. Faço os moldes artesanalmente. Compro papel grafit na papelaria, recorto, faço explicações no papel, coloco no envelope, vou no correio a pé postar, mando o passo a passo que fiz com o maior carinho e dedicação. Portanto, VENDO. Valorizo o meu trabalho. Se muitas fizessem isso, certamente não teria tanta gente infeliz, insatisfeita e desocupada atrás de computador comentando em blogs sempre como "anônimos". Crie um blog e divulgue seu trabalho, mesmo que seja o trabalho de copiar e repassar trabalhos de outros.