Cursos Belo Horizonte: e-mail para helenacompagno@hotmail.com ou acesse na janelinha à direita

24 de outubro de 2018

Comidinhas para o antes

Gosto muito, muito mais das comidinhas do antes do jantar do que do jantar propriamente dito. O antes sempre me deu mais prazer e alegria. Isso em todos os aspectos da vida!

Então preparei umas comidinhas para antes do jantar, dentro de cestinhas feitas com massa de pastel.
 Preferi colocar a massa do pastel por cima da forminha virada para baixo do que ajeitá-las dentro.
Um pacote rende 14 cestinhas
 Leve ao forno pré-aquecido até dourar, assim:
 Nem foi necessário untar a forma. 
Servi como petiscos, mais poderia muito bem servir como salada. Porque é, na verdade, uma saladinha de repolho, cenoura, hortelã, uva-passa e maionese. Essa receita eu peguei AQUI
Também servi uma salada de abobrinha e berinjela. Já dei a receita AQUI. A flor de cenoura fiz utilizando um "apontador! de legumes.
Torradinhas de pão caseiro acompanhadas de três pastinhas: atum defumado, de gorgonzola e outra de berinjela.
 Como drink Campari com Club Soda, assim: coloque num copo 2 rodelas de laranja com a casca, 1 dose de Campari (cerca de 1/4 de xícara), 3 doses de club soda e complete com gelo picado. Decore com uma rodela de laranja na borda do copo.
Ideal para esperar o marido que chega cansado do trabalho, se sentindo, explorado,  infeliz e mal pago. Meu amor, você tem a mim. Isso é tudo! Exageraaaada!  

12 de outubro de 2018

Queijo Cottage caseiro

Quando posto uma receita aqui fico pensando se alguém lê, se faz, se interessa. A net está repleta de vídeos de receitas, desde os amadores aos mais renomados cozinheiros. Fico pensando, quem se interessaria pelas minhas receitas?

Não sei vocês, mas eu tenho uma certa aflição em assistir vídeos ensinando alguma coisa. Quando começam com aquela enrolação, fico adiantando o vídeo. Ah, sei lá, acho que sou um tanto "analógica".

O que posto aqui são coisas que já fiz, que deram super certo. Meu interesse é ensinar coisas simples para pessoas simples, sem filtro. Tenho esse blog como um diário virtual, onde registro coisas que faço e gosto, onde acesso e compartilho "minhas" (ah, vá, algumas são mesmo, pois mudo tanto, tanto que acabam sendo minhas) receitas, testadas e aprovadas, de qualquer parte do planeta. Já as costuras, compartilho algumas, pois dou aulas presenciais, em meu ateliê que montei dentro da minha casa.

Então, assim começo esse relato...

Meu querido diário, ontem fiz queijo cottage caseiro. Achei meio carinho o leite pasteurizado tipo A, em torno de 8 reais aqui na capital do leite, nas minas gerais. Mas hoje resolvi comprar aquele leite pasteurizado, de saquinho, tipo B. Paguei em torno de 4 reais. Qual a diferença? Sinceramente não percebi. 
Que bonito!!!! 

A quantidade que rende um litro de leite, é pouca - marido comeu quase tudo no café da manhã! Mas a minha filha, estudiosa no ramo nutrição, embora cursa Farmácia, diz que o queijo cottage, desses comprados prontos, tem muito creme de leite em sua composição. Esse caseiro não. Sem contar que não foi manipulado em uma fábrica até chegar em sua casa. O soro que sobra uso em caldos, sopas, massas de pães... 
Usei na salada, temperei com azeite e sal. Ficou maravilhoso. Se misturar outros temperos vira uma excelente pastinha para comer com torradas. 

Faz assim:

Leve ao fogo para ferver um litro de leite pasteurizado (tipo A ou B). Depois que ferveu, deligue o fogo e adicione 3/4 (xícara chá) de suco de limão coado (cerca de 1 limão e meio). Misture com uma colher. Em seguida escorra em um pano fino (uso pano de prato desses mais finos) apoiado numa peneira. Deixe lá escorrendo por 5 minutos. Depois transfira para a geladeira (ainda na peneira). Deixe lá meia hora. Depois disso transfira para um vidro fechado e limpo. Tem validade por cerca de 3 dias. Mas se quiserem comprovar a receita, peguei aqui do site Panelinha - Rita Lobo que conheço e confio.

Mas olha, o que descobri aqui no Panelinha, que você pode fazer com o leite de caixinha, veja:COM LEITE UHT (DE CAIXINHA)
Pode fazer com leite UHT. O que muda é a consistência – ele fica mais firme e seco. O segredo é deixar drenar menos tempo na geladeira


10 de outubro de 2018

Em liberdade dentro de casa

Postei dias desses que havia demitido minha empregada e estava em lua-de-mel dentro da minha casinha. E querem saber como ando me virando entre as aulas e os afazeres domésticos?

Pois bem, cá estou, euzinha, sozinha, na minha casa, sentada diante desse computador selecionando fotos para postar aqui.

Lá na cozinha, em cima da pia, apenas um rodinho, escorredor de pratos vazio, um fogão fechado, onde um fofo vasinho repousa. E tudo está em seu devido lugar. Passamos muito bem, eu e minhas coisinhas.

E como ando me organizando? Voltei ao meu velho esquema de antes da empregada: organização, mas sem muitas regras, pois se me dá na telha, deixo tudo bagunçado, coloco uma roupa e saio por aí. Não tem isso de lavar a roupa tal dia, passar outro, fazer supermercado em outro. Faço o que me desperta interesse. O meu maior interesse sempre foi a comida, deixar tudo pré-cozido, lavado, guardado, assado, congelado... Pois o maior stress é quando abrimos a geladeira e só avistamos a jarra de água e o marido chegando do trabalho querendo sempre beliscar uma coisinha.

Deus me livre e guarde passar fome dentro da minha própria casa 
Fazer pão é uma das coisas mais relaxantes. Depois de pronto, fatio, embalo e levo ao freezer. Assim temos pão todos os dias. Essa receita de pão já postei AQUI. A receita rende uma forma de pão. Na foto acima fiz duas receitas que renderam 2 formas. Você poderá moldá-los como quiser, em forma de bolinhas, em forma de pão francês, em forma de pão italiano. Atualmente tenho feito na forma.
Enquanto preparo o café algumas fatias vão para a grelha ou para a torradeira, para o forno ou mesmo as deixo descongelando sozinhas. Tudo é muito rápido e prático. Basta ter planejamento, pensar no cardápio com antecedência. Há pessoas que acham isso uma chatice. Eu, para dizer a verdade, adoro. Nasci mesmo para ser dona de casa.
Durante a semana, cada membro da família levanta em um horário diferente. Oriento cada um escolher o que quer comer, pois é só abrir o freezer. 
Quando asso bolos, o que sobra vai para o freezer, em fatias. Marido prefere as vitaminas (quando eu faço)
Para facilitar a vida dele, deixo frutas batidas e congeladas em forminhas junto com iogurte.

Só bater uma porção junto com um copo de leite. Para não ter desperdício, guardo no freezer os potes de iogurtes. Uso na preparação de bolos, molhos e vitaminas
Também deixo no freezer manteiga temperada, assim:
Uso como patê ou por cima de grelhados, principalmente de frango e peixe. São ervas frescas picadas bem fininho misturada com a manteiga. Para ficar mais fácil misturar, deixe a manteiga fora da geladeira até ficar no ponto pomada. Misture tudo e enrole em papel manteiga feito bala. Leve ao freezer e depois corte em rodelas. Vai usando conforme sua necessidade. Também pode voltar tudo para o pote. Mas prefira levar ao freezer, pois como são ervas frescas, se deixar na geladeira poderá estragar.

Outra coisa que adianta muito no preparo dos pratos é deixar molho de tomate (feito em casa), no freezer. Depois de pronto e frio, coloco em forminhas e levo ao freezer. Uso em refogados, em recheio de pizza, pois nem sempre temos tomates frescos na geladeira.
O seu preparo também deve ser muito prático, bato tudo no liquidificador e levo para panela para refogar.
Aprendi com a minha empregada a deixar temperos prontos em vidros. É só bater, alho, sal e óleo.

E descobrir como prepara legumes para congelar foi um achado, já postei AQUI como aprendi:
E assim espero ficar em liberdade, dentro da minha própria casa, até que a morte nos separe.

2 de outubro de 2018

Oficina natalina 2018

Está aberta a temporada das oficinas natalinas!!!! Que delícia esse clima de festa, de alegria, de preparação de presentes, planos para férias...

E com vocês, para iniciar com chave de ouro, trago-lhes a artesã Josiane do ateliê Dorloter Mimos Artesanais
A primeira oficina será no dia 25 de outubro das 13 às 18 horas. Vamos fazer com vocês esse lindo ursinho em 3D, todo fofo, articulado e charmoso. Ideal para presentear os pequenos (e os grandes), decorar a casa e árvore de natal, enfeitar o quarto do bebê, entre outras muitas possibilidades. NECESSÁRIO SABER COSTURAR O BÁSICO. O resto vamos ensinar

Valor por pessoa: R$ 110,00 - 50% no ato da confirmação. O restante no dia do curso.
Todo o material está incluído + apostila + café da tarde em mesa lindamente posta.
Venham passar uma tarde se divertindo e se inspirando. Venham?


21 de setembro de 2018

E viva a independência!!!

Hoje faz 3 semanas que vivo sozinha. Ops, quer dizer, faz 3 semanas que dispensei minha empregada que, na verdade era uma faxineira que vinha 3 vezes por semana, embora a registrava com salário e todos os encargos. E quantos encargos criaram, como se fôssemos uma empresa com lucro, com capital de giro e tudo mais! Sou super a favor que todo trabalhador tenha seus direitos, mas criaram tantos direitos ao empregado doméstico que empregar ficou pesado demais para pessoas físicas e muita gente ficou sem emprego.

Optei em reduzir minha carga de trabalho para estar mais em casa, fazer minhas comidas, arrumar minhas gavetas, ter o controle de tudo. Limpo o que está sujo. Mês que vem decido se vou precisar de uma faxineira para limpar as janelas. Por enquanto a chuva tem dado conta do serviço. Libertador!

E como dar conta de tudo? Organização. Sujou, lavou. Toalha de banho, lençol de malha com elástico, panos de prato, meias, cuecas, roupas de malha que não necessitam passar, são dobradas e vão para as gavetas. Cada um guarda suas coisas. Marido não gostou muito, pois foi acostumado a ter tudo nas mãos. Faço uma pilha das suas coisinhas para guardar. Fica enrolando, enrolando, dizendo "não se preocupe, vou guardar" Ah, tá, não me preocupo!

Por enquanto está tudo sob controle. E continuo animada em cuidar da minha casinha que tanto amo, junto com os meus. Sim, é possível. E viva a independência!!!



2 de setembro de 2018

Hoje saí vestida de pijamas

... e fui tomar café da manhã com meu marido - um dos nossos passeios favoritos no final de semana. Depois fomos à missa, ainda de pijama!
Com o mesmo molde que uso para ensinar na oficina do pijama,  faço blusas para sair. E quem fez a oficina do pijama aqui, saberá fazer uma blusa dessas, pois levou o molde, o passo a passo e todas as explicações. Se ainda não fez uma blusa assim, tá marcando toca! Vamos aproveitar o que aprendeu aqui, mulher? Se teve dificuldade na hora do corte, entre em contato comigo pelo S.A.C (Serviço de Atendimento à Costureira), pelo meu whatsApp!
Para que a blusa do pijama ganhasse ar de roupa de passeio, usei uma malha mais grossinha, macia, com ótimo caimento. O custo dessa malha foi de R$ 19,90. Mas nem na Renner, C&A e Riachuelo você compra uma blusa dessas por esse preço. Mas nem no Lojão do Brás! Sem contar que costurar suas próprias coisas dá um prazer enorme. Eu fico toda feliz, me sentindo "a esperta", a inteligente, a ótima!!! "Mãe, menos!" Canso de ouvir isso aqui das meninas!
Como costurei as listras bem unidas, não foi necessário fazer barra, cortei bem certinho em cima da risca. 
Semana passada fiz outra, também com a mesma malha em azul royal e branco. Só que essa eu comprei no retalho, no quilo. O preço ficou bem menos. Eu disse MENOS! 
Aqui mostro melhor a barra cortada na listra
Procurei deixar todas as listras do corpo e manga se encontrando, em harmonia. 
Então fiz também uma legging com o mesmo tecido. Daí ficou realmente com cara de pijama. O conjunto uso em casa para ficar arrumadinha nos dias mais frios. Essa malha é ótima para viajar de carro, nada prendendo, sufocando e suando! Prática para levar na mala, sem amassar. Sujou? coloque na máquina. Do varal para o corpo. Dá até para lavar no chuveiro. Exagero!!! E por que não?
A legging é a mesma que vou ensinar nas oficinas da legging que tem início na segunda sexta-feira e sábado de setembro. Tem esse cós, anatômico, que se ajusta bem ao corpo. Não vamos usar tecido listrado, pois nem sempre as listras coincidem com o molde e fio do tecido. Só agora, observando pelas fotos, notei que as listras da cintura não seguiram alinhadas ao cós. De um lado ficou na listra branca e do outro na azul. Por isso em aula vamos usar outra estampa, ok?
Perceberam que em mim ficou meio larga nas pernas? Primeiro porque sou reta, perna fina e segundo, porque usei o molde G para testar nas mais gordinhas de pernas grossas (e bunda grande).  Malhas usadas para fazer legging devem ter bastante elastano (que estica bastante) para que caiba bem no corpo, deixando justinho, mas com conforto. Não devemos usar malha fina para não ficar marcando a calcinha (e aparecendo o que tem dentro).
Ontem saí para passear com a cachorrinha vestida assim. Apenas mudei de blusa.
E se bobear, todo dia vou trabalhar vestida de pijamas



29 de agosto de 2018

Uma farta horta todos os dias


Batata, cenoura, vagem, brócolis, couve flor, pimentão, abobrinha...

Com esses legumes no freezer a minha vida corrida de professora, dona de casa, mãe, esposa e com muitas amigas, está completa.

A primeira coisa é verificar se tem bastante gelo ou uma vasilha com água quase congelada no freezer. 

Comece pelas bastatas, lavando, descascando e cortanto em cubos. Geralmente corto 3 batatas grandes - rende muito. Coloco numa panela com água suficiente para cobri-las e levo ao fogo. Adiciono uma colher (chá) de sal, conto uns 10 minutos. Desligo o fogo, escorro as batatas semi cozidas, mas reservo a água fervendo para os próximos legumes. Depois de escorridas as batatas, jogo na água gelada com gelo, conto 1 minuto, escorro (reserve a água e gelo para os próximos legumes) e distribuo em cima de um pano de prato limpo. Deixo lá, secando, enquanto repito tudo novamente com os outros legumes. As ervilhas prefiro comprar congeladas. Nunca encontrei ervilhas frescas, redondinhas, quase docinhas. Então, guarde as ervilhas no freezer, pois elas já estão prontas.

Depois de tudo pronto, dou uma acelerada para enxugar melhor esfregando um outro pano de prato, limpo e seco. Impossível secar completamente. Coloco tudo nos sacos plásticos, retiro o ar pressionando e fechando. Vão todos para o freezer...

Durante a semana vou utilizando conforme  cardápio que escolho, no alho e óleo, na manteiga, na sopa, no arroz à grega, na maionese, na salada, nos ensopados... Terá sempre legumes frescos, economia de tempo e dinheiro.Vamos saber viver?