Cursos Belo Horizonte: e-mail para helenacompagno@hotmail.com ou acesse na janelinha à direita

17 de outubro de 2013

Tanta delicadeza

Meu computador está cheio de fotos, de coisas que faço, sem compromisso; de costuras que vou testando - algumas dão certo, outras não. Tenho fotos de lindos trabalhos das alunas que me mandam, cheias de orgulho delas - algumas chegam com seus tablets exibindo seus trabalhos. Um dia quero ter um desses aparelhos para mostrar fotos grandonas, lindonas... 

A Luciana costurou coisas lindas, fotografou - deve ter colocado em seu FB. A Izabela costurou junto com a filhinha, montou a mesa lindamente, fotografou... A Cida, que mal começou o curso, já fez uma sacolinha igual uma que ensinei a ela no primeiro dia. A dela ficou mais linda do que a nossa, com um laçarote branco, lindo.

A Maria Eugênia forrou uma cesta de pic-nic, botou um laçarote vermelho - um charme. A Marcela me presenteou com uma sacolinha linda, a sua Primeira Costura. Chegou toda orgulhosa com várias, pedindo para eu escolher uma. Essas meninas não são umas fofas? A Luciana já posso considerar uma costureira, pois tudo o que vê quer fazer. E a Suzana, então? outra revelação. A Suzana no início pareceu-me meio empacada, não conseguia costurar, ficava enrolando, com a desculpa que não tinha máquina, depois que não tinha espaço, depois que estava arrumando a mudança...Acho que ela tinha medo da máquina de costuras! Foi preciso uma intimação da minha parte: "se não aparecer aqui com alguma costura, vou até a sua casa, te boto sentada na máquina"!

Não foi preciso ir até a sua casa, pois na próxima aula chegou com a sacola cheia de costuras, coisas delicadinhas, costuras que, certamente, vão modificar sua vida. E eu me enchi de orgulho dessa menina!

Mas o que quero mostrar hoje foi a toalha que a Helga - a minha nova amiga, mãe da katja, me ensinou a fazer. Passamos horas agradáveis de um sábado em sua casa.

Não houve trocas porque a Helga é pessoa lindamente generosa. Mas aproveitei minha ida até lá e ensinei um chapéu de costureira que a Katja queria aprender.

A toalha foi parar na mesa paulista e já teve sua estréia com a visita de uma irmã.

Para essa mesa, que mede 1 metro de diâmetro, foi preciso 1 metro de tricoline para a toalha + 2 metros de outra tricoline para as barras. A maneira de fazer essas barras lindas, embutidas é igual aquele barrado que fazemos em pano de prato, enrolando como um rocambole. Dá trabalho porque o tecido é grande, precisa fazer um rolão, cortar certinho, virar os cantinho para dentro, terminar com pontinhos à mão. A Helga é um capricho em pessoa.
 O barrado é lilás e não azul como mostra essa foto
 Reparem no capricho do lado avesso. Em casa terminei os cantinhos com costura à mão, pontos bem delicados como a atenciosa professora ensinou!
Aqui a Katja com seu chapéu. A foto ficou péssima porque esqueci de tirar o zoom. E estava doida para ver o que a Helga preparava na cozinha!
 Oh!!!! 
Como de costume, tudo feito por ela. Veja que encanto essa mesa, esses bolinhos. Tinha mais comidinhas que eu, ansiosa para fotografar a mesa, não esperei. 

E como não se apaixonar por tanta delicadeza?

16 comentários:

  1. OLà Helena
    ai que linda
    também estou numa fase de costura, estou fazendo uma saia, daquelas bem simples, o meu único problema è que nao consigo fazer a costura do abanhado retinha, fica sempre um pouco torta.
    um verdadeiro pecado.
    bom fim de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edna, uma vez você já comentou comigo sobre a sua dificuldade em manter a costura reta. Dou uma dica: procure posicionar o pé da máquina bem rente à borda do tecido e não olhe para a agulha (olhe para a borda do pé da máquina) - vai seguindo em frente, com o olho grudado à borda. No meu blog tenho um post "bainhas", aqui: http://minhaprimeiracostura.blogspot.com.br/2013/05/bainhas.html onde doiu essa dica.
      Beijos

      Excluir
  2. Linda demais a tua toalha - aposto que ainda virão muitas outras, agora que você aprendeu... E que dia lindo que você passou, trocando ideias, ensinando e aprendendo. É nesses dias que a gente quer mais horas, porque depois parece que passou rápido demais...

    Aquelas batatinhas que você comentou no blog - elas são pré fritas em gordura hidrogenada e depois congeladas, prá gente fritar depois em casa. São o mesmo tipo de batatinhas servidas no McDonalds e outros fast foods - mesmo se você grelhar em casa, tá comendo fritura. Acho que o melhor jeito é cortar palitos grossos, cozinhar levemente em água temperada - pode até jogar um dentinho de alho cortado ao meio na água, junto com o sal - e ferver pela metade do tempo, mantendo-a bem firme. Espera esfriar e congela. Na hora de usar, coloca numa assadeira anti aderente e passa levemente sobre elas azeite ou óleo com um pincel de silicone (dos que a gente usa no grill), pode por uma pimentinha salpicada por cima, queijo ralado... Forno médio/baixo, pré aquecido. E enquanto elas ficam lá dourando, faz uma salada e usa o grill prá grelhar um salmão ou peito de frango. O carbo-hidrato já é a batata, então não precisa nem arroz ou macarrão. Comidinha saudável e gostosa.

    Espero ter ajudado, Helena querida.

    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rosa, você me ajuda muito! todas as suas dicas são preciosas. Muito obrigada. Vou testar. Beijos

      Excluir
  3. Helena, minha querida, mereces que tudo bom a ti aconteça. Talentosa, esforçada, determinada e tão chique!
    Amei a toalhinha!
    Grandes, enormes beijos

    ResponderExcluir
  4. Tudo feito com muito cuidado. legal;

    ResponderExcluir
  5. oI hELENA.
    SEMPRE ME ENCANTO COM O CARINHO QUE DEDICA A SUAS ALUNAS E EX. E SEMPRE FICO BABANDO COM SUAS COSTURAS, TUDO LINDO E FEITO COM PERFEIÇÃO.
    BJS.
    SILVIA.

    ResponderExcluir
  6. Helena,

    Chego a suspirar quando leio sobre o progresso das alunas. Ah como quero encontrar um professora como você!
    A toalha ficou linda. Amei a combinação das cores.
    Passei pra deixar um abraço e dizer que ainda não desistir de aprender a costura.
    Um lindo dia! Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá! Desculpe invadir assim o seu blog (estou a invadir desta maneira muitos blogs hoje), mas preciso de uma ajudinha... Procuro há muito tempo os livros do curso Art Cort de Arno Osvaldo. Sabe como conseguir?
    Se me pudesse ajudar ficava-lhe eternamente grata...
    Bjs
    gina
    macadentada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Helena, querida, uma pergunta/consulta:
    Que tipo de bainha fazes nas echarpes ( quando não desfias franja)? Manual?
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. OI Helena! Eu de novo! Amo seu blog... Estou iniciando nas costuras e estão surgindo mtas dúvidas! Que máquina é melhor? Estou entre a Janome 2008 (meu medo não encontrar acessórios) ou a Singer Facilita Pro 4423? Helpppppp!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, trabalho com a janome 2008 há quase 3 anos e nunca tive problemas. Agora tenho 3. Aliás, elas nunca precisaram ir para a manutenção. A Janome é feita no Brasil! Os técnicos dizem preferir Singer. Isso é coisa de técnico antigo. Gosto muito da Janome justamente por ser levinha - levo para qualquer cantinho. A 2008 é super resistente, ficam nas mãos das alunas.
      Abraços,

      Excluir
  10. Parabéns td muito lindo,amo seu Blog e suas dicas,foi aqui que te conheci,sou fã do seu trabalho,venho pouco aqui,mas visito a sua página do face.Admiro o reconhecimento que tem pelas suas alunas.Que Deus abençoe ricamente a sua vida e da sua família,que o Ano de 2016 seja um Ano abençoado e próspero para todos,bjs!

    ResponderExcluir

Se não conseguiu deixar um comentário, envie um e-mail:
helenacompagno@hotmail.com