Cursos Belo Horizonte: e-mail para helenacompagno@hotmail.com ou acesse na janelinha à direita

15 de março de 2015

Minha Primeira Cartonagem

O que é cartonagem? É uma técnica que possibilita a confecção de vários objetos, usando como base o papel cartão cinza, de gramaturas variadas e cola branca. A forração dos objetos pode ser tanto em papel quanto em tecido.
Quem não gosta de receber um presente numa linda caixa? Eu amo. O presente nem precisa ser lá essas coisas, mas a caixa.... a caixa sempre tem mil e uma utilidades! E quando ela é forrada em tecido, com aquelas sobrinhas que todo mundo que costura tem? A imaginação não tem fim. E aquelas forradas em papel, que pode ser floridos, listrados, de bolinhas, com figuras geométricas? eu amo. A Bertha foi o culpada por eu ter realizado esse antigo sonho: fazer as minhas próprias caixas.

Sexta-feira à tarde nos encontramos aqui em casa. E como eu disse naquele post AQUI, essa mulher é um poço de conhecimentos, um mar de habilidades, um doce de pessoa. Ela veio aqui com seu arsenal - até uma pequena bacia ela trouxe para molhar o pano que precisa estar junto para ir limpando os excessos de cola. 

Ela me deixou livre para escolher o tamanho e formato da caixa que eu queria fazer. Escolhi um tamanho retangular, ideal para colocar uma garrafa de vinho. Sempre tenho problemas quando compro vinho para presentear, principalmente se compro nas promoções dos supermercados, onde não se embrulha para presente.
 É sempre bom ter alguns vinhos guardados no caso de um convite inesperado - qualidade de uma pessoa bem educada e atenciosa. 
E se você costura, então? Como embalar seus presentes? Já notou que, em certos casos, o preço da caixa fica duas vezes mais caro do que a própria costura? Embalar seus jogos americanos, suas toalhas de lavabo, seus aventais; embalar porta-guardanapos, bijuterias. Se for vender suas costuras, já venda em caixas. 
Primeiro se define o tamanho da caixa, a altura, comprimento e largura. Risca-se no papelão as medidas. Importante ter estilete e régua em metal. 
E fomos cortando papel, passando cola, limpando, dobrando, virando, conversando, falando dos filhos, dos maridos, da vida... Eu adoro esses encontros, pois para mim eles são como uma terapia.

Espalhamos cola fartamente com rolinho (lã) no verso do papel
Cortamos os excessos do papel
 A parte de dentro ficou pronta.
A segunda etapa seria fazer a tampa e terminar de forrar. Descemos para tomar um cafezinho. Ela trouxe suas inesquecíveis empadinhas de queijo. Eu servi pãozinho de queijo, goiabada, queijo, café e suco. A banana ai está só de enfeite, pois a Bertha merece uma mesa bem bonita e farta. Lamentei muito não ter tido tempo de preparar outros quitutes, pois a manhã fora gasta no dermatologista e cardiologista para exames rotineiros. A cahorrinha naquele dia foi para a creche. Que delícia! Voltou cansada e feliz - dormiu a noite inteira e no dia seguinte também. Resolvemos que só irá todas as sextas-feiras para que eu possa sair à vontade, receber amigas ou mesmo não fazer nada, deitar no tapete, me sentir dona do meu espaço, da minha casa, o lugar onde mais gosto de estar. 
Voltamos, terminamos e...
Oh! Oh! Não é linda? Você que compra presentes em viagens não sente falta de uma embalagem quando vai presentear? Faça caixas! Está resolvido o problema!
Já eram quase 6 da tarde, acendi as luzes, estava preocupada com o trânsito que ela iria pegar saindo de casa até o Sion. Mas ela, sempre solícita dizia para eu não me preocupar, pois queria me ensinar como forrar com tecido também.
Fez a tampa para uma outra caixa. Prestei a maior atenção. Depois que ela foi embora, depois que servir o jantar subi para o ateliê e fui bater a minha cabeça para fazer a caixa, partindo das medidas da tampa, diminuindo 6mm. E não é que deu certo? Algumas imperfeições aceitáveis para uma iniciante, é certo. 
Várias tentativas. Em cada uma faltava um detalhe, ou sobrava papelão ou faltava ou ficava torto.
 Não desisti e finalizei, embora ainda preciso melhorar.
Mas fiz! Incluí um laço chanel. Coloquei uma pérola. Tomei banho e fui dormir feliz por ter, finalmente, realizado um sonho: fazer minhas próprias caixas. Caixas para presentes, caixas para o ateliê, caixas para o quarto das filhas. Vamos dar cursos de caixas eu e a Bertha!
A princípio será um modelo assim, quadrado ou retangular, feito em cartão apropriado, forrado com papel e tecido. Será, no máximo, um grupinho de 3 alunas, com todo o material incluído + um kit para fazer uma outra em casa, sozinha + um passo a passo com fotos, como em todos os meus cursos. Nesse encontro haverá muita conversa, risada e café. Venha, não precisa saber costurar!

Depois desse curso haverá outros mais evoluídos. Haverá também outros cursos básicos de bordados, porta-guardanapos, crochê, craquelê. Enfim, coisas que mostrei naquele post AQUI. Coisas que a Bertha sabe ensinar - e ela provou que sabe. Viu como eu fiz? Viu que ótima mestra? Bertha, fui aprovada?

9 comentários:

  1. parabéns pela sua caixa! Voce é caprichosa em tudo que faz, gostaria de morar em BH para frequentar seus cursos.Bjs, márcia

    ResponderExcluir
  2. Amei, Helena!
    Só tu para pensares em todos os detalhes!
    Boa semana.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Ficaram simplesmente maravilhosas as tuas caixas, são um presente à parte! E o bom é que sempre pode mudar a estampa do tecido, o tamanho e o formato da caixa, as possibilidades são infinitas! Parabéns!

    Quanto ao vitral plástico é só limpar com pano úmido com detergente de lavar louça. Por baixo do plástico o vidro permanece limpo como quando o vitral foi aplicado e do outro lado limpa normalmente. Além de ser excelente prá fornecer privacidade, também dá prá mudar o jateado quando cansa e optar por um desenho novo, mudando totalmente a decoração.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Vivendo e aprendendo né Helena.
    Mas aprender é bom e nunca é demais ainda mais quando estamos bem acompanhadas.
    Fazer artesanato já é bom demais e batendo um papo com uma amiga bacana é pura alegria.
    E suas caixinhas ficaram lindas e concordo com você uma boa embalagem faz toda diferença.
    Amiga tenha uma boa semana bjs.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Helena,
    Olha, eu não sou Bertha, não, mas eu acho que você tá aprovadíssima! rsrsrs...
    Penso que você é uma daquelas pessoas que, o que quer que façam, vai sair bem feito!
    beijos e fica com Deus!

    ResponderExcluir
  6. muito bom aprender coisas novas! parabéns pelo novos projetos, tenho certeza que vão ser um sucesso. fico feliz que tenha encontrado uma rotina que funcione bem pra você e a cachorrinha. filho bicho é tão bom! bjo, Mirna.

    ResponderExcluir
  7. Muinto bonita mesmo. Já fiz uma há anos, ainda anda aqui por casa pois estes tesouros tem de ser guardados.

    ResponderExcluir
  8. Muito lindo! Um capricho só, eu sou suspeita para falar porque amo caixas , fiquei apaixonada.

    ResponderExcluir

Se não conseguiu deixar um comentário, envie um e-mail:
helenacompagno@hotmail.com