Cursos Belo Horizonte: e-mail para helenacompagno@hotmail.com ou acesse na janelinha à direita

13 de agosto de 2017

A força do querer

A Eurice mora em Moçambique, veio ao Brasil fazer um curso de informática porque lá, segundo ela, tudo é difícil, tudo caro. Ela já acompanhava meu blog de lá e tinha muita vontade aprender a costurar. Olha que coincidência, o curso dela era justamente em Belo Horizonte!!

Depois de muitos e-mails trocados marcamos uma primeira aula. Nesse dia trouxe um presente, um lenço. De tão linda a estampa penso emoldurar e deixar no ateliê. 
 Dei as primeiras explicações de como passar a linha na máquina, como manter a costura reta... Ela falava pouco, perguntava pouco. Será que estava entendo bem? Embora falamos a mesma língua, mas algumas palavras que falava eu não fazia ideia do que era. Aprendi alguns termos da língua de lá e ela da língua de cá. 

Virei as costas para pegar um copo de água e quando vi já estava quase terminando a costura de exercícios. Hum... essa tem a força. A força do querer! 

Terminamos a primeira aula com sua Primeira Costura concluída impecavelmente!
Depois dessa aula marcamos outras. Não tenho todas as fotos, mas lembro que costuramos várias peças, pois a Eurice é rápida nas costuras e no entendimento. 

Antes de voltar para o seu país, a convidei para participar do curso de caixas como presente. Mais uma vez a Eurice mostrou que tinha competência para as manualidades. 

O tempo passou e nunca mais tive notícias. Um dia ela me escreve assim:

"Olá Helena! Como está? Estou bem. Finalmente, comprei uma máquina de costura. É uma Singer Talent. Abaixo, está o trabalho da primeira semana:
A vermelha foi o último. A parte de cima da alça, melhorou.

Fiz primeiro o necessaire azul, com as medidas do passo a passo. Mas, a manta acrílica que achei aqui é muito frouxa. Então, fiz o segundo com as medidas semelhantes as do que fizemos na aula.
Antes da máquina, juntei as ideias da lixeirinha e de uma bolsinha de feltro que comprei na loja do Palácio da artes e fui fazendo destas:
Outra coisa que levei tempo a encontrar foi o papelão de 2,5mm. Aqui só uma papelaria vende e é de 1mm. Só da jeito para fazer caixas pequeninas. Entretanto, apliquei a técnica à pacotes de leite e suco:
Dispensadores de algodão, pensos, etc.: (Helena falando: não tenho ideia do que sejam esses dispensadores de algodão pensos)
Obs: A Monica ensina que "pensos" são absorventes higiênicos! 
Achei o papelão de 2,5mm em Nelspruit, na África do Sul, e custa quase 6 dólares. Os tecidos também não andam baratos por aqui.Vão ficar caras as caixas. Serão mesmo para apreciadores" Eurice desligando. 

Helena sorri!


3 comentários:

  1. Tens todos os motivos para sorrir.
    Essa é mais uma história linda.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Que legal estas trocas, pessoas que vem de tão longe para aprender! Pensos são absorventes higiênicos.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pela explicação, Monica. Beijos

    ResponderExcluir

Se não conseguiu deixar um comentário, envie um e-mail:
helenacompagno@hotmail.com