E-mail de contato: helenacompagno@hotmail.com

23 de maio de 2012

Pijamas

"- Quem bate?
- É o frio!
- Não adianta bater que eu não deixo você entrar..."

Passei a minha infância ouvindo essa musiquinha quando chegava o inverno e as Casas Pernambucanas anunciavam a venda de flanelas para fazer pijamas. Antigamente os pijamas eram feitos em flanela pelas nossas mães. E como era gostoso dormir com um pijama novo de flanela com cheiro de mãe. A minha mãe foi uma mulher virtuosa, como aquela citada nos versículos da bíblia,  que buscava lã e linho e trabalhava de boa vontade com suas mãos, que levantava quando ainda estava escuro para alimentar a família e a sua lâmpada não apagava de noite.  E hoje, enquanto eu costurava pijamas para agasalhar minhas filhas, lembrei muito da minha mãe confeccionando pijamas de flanela para os filhos. Eu era ainda muito pequena, mas já sabia e sentia que costurar era sim um ato de amor.

A minha lâmpada ainda está acesa, mesmo sendo muito tarde da noite. Depois que servi o jantar fui para o ateliê testar a confecção do pijama em malha na máquina comum, usando a costura no zig-zag porque vou ensinar às alunas. Já fiz muitos pijamas, mas sempre na máquina overlock que é mais prático e rápido (costura, corta e dá o acabamento), mas na máquina comum foi o primeira vez e deu super certo, embora bem mais demorado. 

Hoje fiz apenas a parte de cima. Amanhã faço a calça porque agora eu vou apagar a minha lâmpada.

Boa noite.

8 comentários:

  1. Helena, querida, costurar é, sim, um ato de amor. E neste mundo enlouquecido em que vivemos, creio que, inevitavelmente, teremos de voltar às origens, porque o que está em causa é a sobrevivência da espécie.
    Para já não me atrevo ... falta-me uma Helena por perto, mas um dia, tenho a certeza, eu chego lá.
    Beijo da Nina

    ResponderExcluir
  2. Oi Helena, eu tb lembro dessa musica...rs. Bons tempos aqueles, né?
    Minha mãe tb fazia pijamas de flanela...hummm...que delicia essas lembranças.
    Estou sempre acompanhando as novidades do seu ateliê. Paranbéns e vc e a suas meninas!....Realmente, costurar é um ato de amor.
    Bjs e boa noite prá vc tb.
    Cris/RJ

    ResponderExcluir
  3. Oi Helena!
    Saudades....Assim que resolver um probleminha particular, vou começar os pijaminhas para as netinhas, agora com mais uma: Sofia, nasceu dia 24/3.beijos

    ResponderExcluir
  4. que lindo pijama, amei! e flanela é tudo de bom né?

    bjokas

    http://costurasdethalitha.blogspot.com
    www.coisasdethalitha.com

    ResponderExcluir
  5. Helena, não sei responder à tua pergunta. Limito-me a colocar o cartão da máquina no computador e a descarregar as fotos que, depois, seleciono e publico.
    A própria máquina fotográfica não é grande coisa. Herdei-a do marido que comprou uma mais moderna. Faço apenas isto!
    Pena que não possa ajudar!
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Helena, tô aqui toda boba vendo e revendo a foto do pijama! Ficou uma graça! Deu até vontade de usá-lo. Quero aprender, com certeza! Um beijo grande!

    ResponderExcluir
  7. Helena, tô aqui toda boba vendo e revendo a foto do pijama! Ficou uma graça! Deu até vontade de usá-lo. Quero aprender, com certeza! Um beijo grande!

    ResponderExcluir
  8. Hahahaha, lembro dessa música das Casas Pernambucanas, por aqui também se cantava. Adoro pijamas de pelúcia, dá uma sensação de aconchego.
    Abraços!

    ResponderExcluir

Se não conseguiu deixar um comentário, envie um e-mail:
helenacompagno@hotmail.com