Cursos Belo Horizonte: e-mail para helenacompagno@hotmail.com ou acesse na janelinha à direita

26 de maio de 2014

Pro dia nascer feliz

... e uma receita de pão (de mãe)

A Ana - aluna do primeiro horário de sexta-feira - foi a sortuda. Porque naquele dia eu acordei animada, disposta (dormi 12 horas!) e fiz um pão (nada de máquina,na mão). A receita é das antigas, da minha sogra.

Como em tudo eu modifico, na receita original fazia-se vários pãezinhos, mas eu prefiro fazer uma bolona, amasso e deixo descansando e crescendo. Para saber se já está na hora de ir para o forno, faço como minha mãe fazia, coloco uma bolinha de massa dentro do copo com água. E quando a bolinha subia, a filharada corria e gritava bem alto: "mãe, subiu!!! a bolinha subiu".  Certamente continua assando pão para o café da mãnha dos anjos do céu, pois a minha mãe era daquelas pessoas que já nasceram trabalhando. 

A receita é essa:

Coloque dois tabletes de fermento fresco na bacia, junte uma xícara (chá) de leite morno, uma pitada de sal, uma de acúçar, 4 colheres (sopa) de óleo (eu coloco azeite, mais gostoso) e um ovo ligeiramente batido. Em seguida vá juntando a farinha. A receita original pede 4 xícaras (chá), mas eu paro na terceira. Prefiro ele meio grudando na mão - fica mais macio. Como eu não faço muitos paezinhos, faço só uma bolona, igual pão italiano, 3 xícaras são suficientes. Coloco a massa numa assadeira forrada com papel manteiga, cubro com pano de prato, coloco a bolinha no copo  e espero. 

Naquele dia eu mal dei as costas para ir tomar banho a bolinha subiu, sorrindo: "hei, estou pronta!" 

Saí do banho e a casa  transbordava cheiro de mãe. Mãe gorda, de avental sujo de farinha. Sujo de afeto.

A Ana chegou e fomos tomar um café. 

Sortuda essa Ana, né? Sortuda eu por ter tido uma mãe que cozinhava para os filhos, por ter uma sogra que fazia pão quando eu ia lá (porque eu gostava). Sortuda eu por ter essas lembranças boas que sempre, sempre me levam de volta para casa. 

Reparem no detalhe do pano de prato. Ganhei o retalho da Lorena, que já terminou o curso e está aceitando encomendas das costuras que  aprendeu aqui e outras da sua imaginação. Asseguro que seus trabalhos são muito caprichados. Vão lá encomendar.
 Depois do café fomos trabalhar. A Ana fez uma bolsa linda para presentear a filha que mora em São Paulo. Sortuda também essa filha da Ana, né?
E o dia nasceu feliz!

20 comentários:

  1. Oi Ana que maneira mais alegre de começar o dia.
    Muito bom né boa comida , boa compania e boa costura.
    Assim o dia só pode ser feliz bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  2. Huumm...que delícia! Rsrrsrs
    Que dia lindo! Dá pra ver que aproveitou bastante no fds. Isso é bom! Faz bem pra alma e a mente.
    Lembra do que conversamos pouco no email? Então. .dá uma olhadinha no blog que postei algumas costuras que fiz (que vergonha) rsrrrsrs...Estou aprendendo. ..
    Bjs Helena
    http://mimikagimenez.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Delicia, eu sempre faço com minha filha Serena pao em casa mas tambem na mao,nao tenho a maquina,boa semana.

    ResponderExcluir
  4. amo tudo no seu blog, mas moro no Rio e não posso ser sua aluna, fica uma sugestão. por que vc não faz apostilas para as pessoas que moram longe?
    por exemplo eu apanho para fazer canto mitrado nunca da certo.se um dia resolver fazer apostilas serei a primeira a querer .bjs Rosa

    ResponderExcluir
  5. Hum parece delicioso! Suas postagens me encantam! Que maravilha e gostoso deve ser fazer aulas com você! Muitas bênçãos do Pai do céu!

    ResponderExcluir
  6. Huuuuummmm..... Vou tentar fazer esse pão. Como você é minha inspiração na costura, agora será também na cozinha. rsrsrs
    O pano de prato ficou lindo!
    E obrigada pelo apoio às minhas costuras!
    Já estou com saudade...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Helena, as suas alunas não só têm uma professora estupenda, como ainda comem pãozinho fresco de mãe e ganham publicidade planetária. Sortudas!
    Boa semana, querida.

    ResponderExcluir
  8. Que inveja dessa Ana!!!

    Adorei a postagem de hoje, foi poética, paradisíaca, pelas lembranças lindas que você evocou, Helena querida.

    Alipas, estou muito invejosa hoje... Também senti inveja das 12 horas de sono - eu não durmo nem cinco...

    Beijos, dorminhoca querida!

    ResponderExcluir
  9. Eta que esse pãozinho tá com uma cara de gostoso prá mais da conta, sô !...hahaha
    Parabéns por tantas coisas lindas que compartilhas conosco, Helena!
    Uma ótima semana,
    Bjs,
    Cris

    ResponderExcluir
  10. Que bem começou esse dia, pão caseiro, que beleza, queria ser sua aluna e usufruir desse belo
    pão e amizade sua, beijos amiga

    ResponderExcluir
  11. Helena,

    As suas alunas são sortudas em todos os sentidos. Ter uma professora maravilhosa como você a inda comer pão caseiro, é bom demais!
    Que seus dias sejam sempre assim.
    Uma linda semana! Beijos

    ResponderExcluir
  12. Respostas
    1. E sortuda eu por ter uma filha que me ama!!!!

      Excluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcia, vai depender do tipo de forno. No meu, que é gás de botijão, esquento por uns 5 minutos, deixo no fofo médio, coloco o pão para assar e dou uma olhada (pelo vidro) depois de uns 15 a 20 minutos. Se ele está coradinho, desligo o forno. A dica é: depois de 15 minutos no forno fique de olho.
      Beijos

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Que ótimo que fez o pão!!! fico super feliz que meu post foi útil! quanto ao avental, me mande um e-mail para que eu possa lhe explicar.
      Beijos

      Excluir

Se não conseguiu deixar um comentário, envie um e-mail:
helenacompagno@hotmail.com