Cursos Belo Horizonte: e-mail para helenacompagno@hotmail.com ou acesse na janelinha à direita

6 de novembro de 2016

Sexta-feira feliz e uma receita de bolo fofinho

Sexta-feira é um dia feliz que gosto muito e anseio pela sua chegada. Sexta-feira foi mais feliz ainda porque teve  chuva, neblina cobrindo as montanhas, teve bolo fofinho, teve oficinas com muitas ex-alunas e, à tarde, fui convidada para um café na casa de uma amiga que muito estimo e gosto. 

 Atendendo pedidos das participantes da oficina natalina de sexta, passo abaixo a receita do bolo fofinho de iogurte com canela que servi no café da manhã. Elas amaram e, para a alegria de toda cozinheira, elas perguntaram"posso repetir?" e pediram a receita. Aqui está, para elas e para vocês.
Ingredientes:
1 copo de iorgurte nataual 170 ml
Use o copo de iogurte como medida para:
- 1 copo de óleo não muto cheio (de boa qualidade). Se usar óleo ruim, o bolo fica com gosto ruim.
- 2 copos de açúcar
- 2 copos de farinha de trigo
3 ovos (se fizer com iogurte de 200 ml, use 4 ovos). Nunca mais vi copinho de 200 ml.
1 colher (sopa) de pó royal
Canela e manteiga para untar a forma
Canela e açúcar para polvilhar depois de pronto.
Usei forma redonda 25 cm - o tamanho da forma interfere na "fofurice"

Aqueça o forno temperatura média - importante aquecer o forno antes

Bata no liquidificador o iogurte, ovos, óleo e açúcar. Bata bastante. Jogue a mistura do liquidificador na vasilha com a farinha e o pó royal e bata à mão. Coloque na forma untada com manteiga e polvilhada com canela. Leve para assar. Depois de frio, desinforme. Misture uma colher (sopa) de açúcar com meia de canela  e peneire por cima do bolo já no prato que vai servir.

Depois do alvoroço da chegada, todas sentadas prestando a maior atenção às primeiras explicações da mestra. E os trabalhos vão sendo feitos...

Sempre tem uma engraçadinha. Sempre tem uma que erra, uma que solta: "putz, fiz cagada". Sempre tem muitas risadas. Sexta-feira é um dia feliz!
Um pão cheiroso assa no forno... A mesa espera arrumada. 
Olho para o tempo e a minha felicidade fica completa: parece que vai chover!
Novo olhar sobre a mesa...
Abro aspas para uma observação:
 "Sei que muita gente me acha convencida, mas eu sou mesmo e não tenho vergonha de falar. A Ju - essa que está de blusa branca foi minha aluna e hoje é uma amigona. Ela sempre comenta que a primeira impressão que teve da minha pessoa foi essa: convencida! Ela também é. Se não era ficou depois que aprendeu a costurar. Ela ama o que faz. (e diz que me ama também). Temos que aprender a gostar daquilo que somos e do que somos capazes de fazer. Oras, por que ficar encolhidinha, escondendo suas coisinhas? Vamos mostrar" Mas vejam lá o que vão mostrar, hein? não vão sair por aí mostrando todas as suas coisinhas, não quero marido nenhum me processando. Hoje em dia se processa por tudo, né? 

 Mas quando a mestra convida para o café... Oh oh oh
Não tô falando? Não só eu admiro as minhas coisinhas, vejam elas fotografando tudo, examinando, pedindo explicações de como fiz isso ou aquilo. Eu ensino tudo. Se alguém não entendeu mando passo a passo, algumas retornam para fazer a aula daquilo que viu e gostou. A Maria Carmem (blusa de bolinhas) já é a terceira vez que vem aqui. Acompanhava a página da costura e gostava do meu trabalho. Tá vendo? Por que não mostrar?
A novidade da mesa foi essa dobradura que fiz no guardanapo para colocar guardanapos de papel como apoio. 
Fiz guardanapos dupla face pela primeira vez e amei, pois eles ficam grossinhos e dão para usar também como joguinhos americanos como usei. Gostaram? Fáceis de fazer porque não tem a barra e nem o canto mitrado. É só juntar dois tecidos (tricolines), direito com direito, costurar em toda a volta e desvirar pelo direito. Cortei um quadrados de 37 x 37. Fiz nessa medida porque  queria usar debaixo dos pratos quadrados. Pratos quadrados, sextavados ou ovais não ficam bem com souplasts redondos. Não combinam, fica esquisito. Na hora de mostrar seu trabalho pense na harmonia, é como se estivesse se vestindo. Usa roupa que não combina? Na mesa é a mesma coisa. Os porta-guardanapos vão render outro post.

 Muitas utilidades: como guardanapo, como jogo americano (ah, não fica molenga? fica, mas e a toalha da mesa não é molenga?), para colocar dentro da cestinha de pães, serve como toalhinhas... Caprichem nos porta-guardanapos (tenho oficinas para eles também). O porta-guardanapo é o arranjo da mesa. Se não tem um bonito, não use, dobre o guardanapo apenas em cima ou do lado do prato de forma elegante. Dobradura em forma de passarinho, de bichinho... hum... acho tão feinho e infantil, a não ser que o encontro é temático. O filó que está dentro é só para dar um charme. Não é para ser usado sozinho, mesmo para decorar, fica pobrinho.

Temporada das uvas...Infelizmente não são frescas. São "siliconizadas"
 Sirvo café, sirvo leite, ofereço açúcar, corto o pão, sirvo o bolo... ofereço suco

... tiro foto, verifico se algo ficou ligado, fecho as torneiras, sento na mesa...

E a conversa continua animada... Peço que olhem para a máquina e sorriem. Todo mundo quer ficar bonita na foto. Quem não quer? Essas fotos vão dar voltas pelo mundo. Olha eu aí, convencida, achando que o mundo inteiro acessa o blog.

A Katja (loira de cabelos curtos) também já foi aluna e hoje é uma amigona, está sempre presente nos encontros. Nesse dia ela quis fazer aula - sabia fazer de outra forma. 
Gente, vamos voltar para o trabalho? Ah, não, tava tão bom...
Mas bah tchê, chega a Lígia do Ateliê Soniphera Doce Costuras, que mora aqui pertinho, já foi minha aluna e também fez o curso de caixas. Naquele dia a convidei para participar do café. Ela é gaúcha, assim como a Luciana (foto abaixo), que também já foi minha aluna. A Luciana é dona da marca D.Carlotinha, que também comercializa seus trabalhos e mais, agora personaliza com bordados. Dela eu  ganhei essa toalhinha de lavabo que vou usar no Natal.


Enquanto digitava esse post pedi o link da página da Jú (Que Mimo) para divulgar aqui, mas ela não tem uma página para divulgar seus trabalhos. Disse que não dá conta, ou trabalha para entregar os pedidos ou gerencia a página. Dei uma bronquinha nela, dizendo que não está sendo uma boa gestora dos seus negócios - é preciso divulgação. Se ela vende 10, depois da página criada (e bem divulgada, que fique claro), venderá 15. Eu sempre digo para as alunas que, ao mostrarem seus trabalhos capricharem nas fotos, no cenário. A beleza chama a atenção. Vejo algumas pessoas vendendo capas de sousplast pela internet, mas não se preocupam em vestir as capas nos souplasts. Ham? o que é isso? Touca de dormir? Principalmente se forem aquelas de florzinhas. As fotos escuras, apagadas. Filha, ossos do ofício, quem está na rede é para ser pescado. A página da Jú,: Jupiacira Tinoco. Jú, se não a encontrá-la, mande um sinal de fogo daí. Ela vai querer me matar ao ler isso! kkk

Como a Lígia já fez o curso de caixas também, peço para assumir meu posto enquanto dou uma ajeitada na mesa para tomarmos um café com ela. Novo alvoroço, quase todo mundo a conhece. Uma pergunta daqui, outra mostra fotos do que ainda fazendo, troca opiniões, indicam endereços de lojas de tecidos... a mestra precisa intervir, pedir atenção para não fazer bobagem. Ô classe de adolescentes do ensino médio!
Não deixei lugar para os celulares na mesa. Até que a etiqueta não dita regras de que lado usá-los, eles devem continuar na bolsa. Mas vá lá, são encontros de amigas, de mulheres empresárias que deixaram seus negócios e filhos para estarem aqui. Abro uma exceção. Gostaram dos "mulheres empresárias?" Eu adorei.
 Espiam lá na mesa e vejam que todas estão com suas caixinhas já prontas e a Lígia explicando que a blusa dela é um lenço!
 Oh, a estampa do tecido da tampa saiu de ponta cabeça! Tô falando, muita conversa dá nisso...

Pronto. As caixas estão todas prontas.
E eu pronta para tirar meu time de campo, pois a minha filha dá aulas de costura (vestuário) à tarde. Para saber do curso dela, acesse a janelinha lá em cima, à direita.

Mas a sexta-feira feliz ainda não acabou, à tarde fui tomar um café na casa da minha amiga e ex-aluna Janaína Depiné. Ao chegar encontramos a mesa assim, vestida maravilhosamente - algumas costuras a mesma fez -, com tudo arrumado em pratinhos e potinhos, pois quando o assunto é elegância, é com ela mesma. Se vocês ainda não a conhecem, vão lá em sua página aprender sobre etiqueta, moda, comportamento e muito além: Elegante Sempre
Eu, Sílvia (amiga da Janaína), sobrinha, cunhada, mãe da Janaína e ela. Depois o marido, Luiz Gustavo, que é jornista e reporte da Record, se juntou a nós, contando-nos fatos interessantes e alguns até bizarros dos tantos lugares pelo mundo que já foi a trabalho, recolhendo material para suas matérias,  entre elas as do Domingo Espetacular da Record Minas. 

Foi uma sexta-feira de trabalho, chuva, frio, gastronomia e cultura. Mas, acima de tudo, foi uma sexta-feira feliz. Muito feliz!


8 comentários:

  1. ola tudo lindo e chique ja fiz esta receita do bolo sem a canela pois fazer com canela!!!abraços

    ResponderExcluir
  2. Foi mesmo uma sexta feira feliz. Sabe que o meu bolo de iogurte é igualzinho ao seu? Pois é! Às vezes incremento com umas fatias de maçã polvilhadas com açúcar e canela, mas é bom de qualquer jeito. Agora que tenho a Bimby ela faz tudo direitinho. Um sossego!

    Helena se você é convencida então eu também sou porque humildade a mais é vaidade. Eu sei o que valho e não me envergonho de o mostrar. Você é mais do que professora uma inspiração para essas meninas. É mesmo"!
    Grande beijinho da Nina

    ResponderExcluir
  3. Oi Helena umas belezuras todas as fotos o texto enfim um momento maravilhoso para você deu para sentir, e o tempo é bem estes que amo um friozinho e acompanhado de chuva e bolo...ui que delicia!!!Mil bjs ótima semana

    ResponderExcluir
  4. Oi Helena,
    Amo ler seus post... é tão gostoso... parece que a gente está na cena! Ai tudo tão bonito
    Já te falei: escreva um livro!!! seu texto é muito gostoso. Prosa da boa... as fotos são lindas e perfeitas (mulher, tu é profissa!)
    Por que você não conversa sobre isso com a sua amiga jornalista? Talvez ela possa te dar umas dicas.
    Ah e quando lançar o livro faça isso aqui no RJ!! (só pra eu poder ir kkk)
    Muitos beijos e muito sucesso pra vc.

    Obs: Eu não acho vc convencida! Acho você chique, isso sim!

    Lucia de Sousa

    ResponderExcluir
  5. Helena, Seu post ficou ótimo, fotos ótimas! Curso nota 10! Até o próximo curso! Bjs

    ResponderExcluir
  6. Como não ser convencida com tantas coisas lindas que você faz? Tem gente por aí que é convencida sem fazer nada de interessante! Amo seus posts, aprendo com cada post, cada foto, com tudo que você posta eu aprendo alguma coisa. Já estou esperando pelo seu livro e o da Janaína também, nunca vi ela falar se tem interesse em escrever um livro, mas é que vocês são mulheres tão lindas, que tem tanto a nos ensinar que eu fico aqui imaginando se a Janaína um dia vai escrever um livro, você eu já sei que tem esse sonho e eu já sei que vou comprar seu livro e já que está demorando sair rsrsrs se junta as duas e escreve. E tem mais, não acho você convencida, acho você chique, fina e elegante. Peguei a receita do bolo pro marido fazer, ele ama cozinhar e eu amo costurar. Um abraço querida.

    ResponderExcluir
  7. Oi Sua Linda!

    Que aula que nada. Que encotro maravilhoso e saboroso. Amei tudo para variar.

    Agora sou obrigada a esclarecer, nunca te achei convecida. E pode divulgar por favor.

    Há um pouco mais de três anos atrás, resolvi parar de trabalhar fora e quis fazer um curso de costura para brincar com meu tempo em casa e fazer umas coisinhas. Ops! Virei artesã.

    Nunca tinha pegado em uma máquina e nem sabia fazer bainha ou até mesmo pregar um botão. Descobri mais um talento aos 50 anos.

    E graças a quem? quem? quem?

    Pequisando pela internet (com ajuda de meu filho), achei o blog de Helena e fiz o seguinte comentário com meu filho:

    Eu: Nossa que mulher chata, vou fazer o curso com ela.

    Ele: Mesmo achando ela chata?

    Eu: Sim, para ela ser tão direta e exigente neste blog, tem ser muito boa no que se propõe. E escreve muito bem (e eu não kkkk)

    Resumido, no primeiro dia de aula (nem tinha máquina) e graças a Deus sendo bem casada, foi amor a primeira vista kkkkk

    Adoro Helena. Sou muito grata e ela sabe disso. Penso nela diariamente, pois me tornei um boa artesã, graças as suas exigências (pois ela é).

    Uma pessoa de um coração enorme, com muito prazer em ensinar, agradar, e ter prazer em fazer no mínimo grandes momentos felizes para muita gente.

    Agora vou puxar o saco mesmo, pois vc realmente é, inteligente, competente, fina, elegante, engraçada, agitadíssima e de um bom gosto...

    Então posso te imitar só mesmo na costura, pois o resto é seu, sua essência.

    Fica a dica, quem não conhece, precisa conhecer esta figura MARA. E hoje é muito raro as pessoas se declarem, mas eu AMO você.

    E acho que verdadeiramente vc não tem idéia do que me proporciou.

    Vou tentar te dar uma dica:Você com muito amor me ensinou uma profissão, dai este amor se traduz diariamente em vários pedacinhos, que vão pouco a pouco se espalhando por este mundão de Deus.

    Muito obrigada por sua amizade, carinho e suas aulas que nunca foram de costura e sim uma arte em tecer ternura (isso esta no meu cartão).

    Já ia me esquecendo, que BOLO ordinário de delicioso.

    Chega, pois vc sabe que sou péssima destas questões de internet rsrsrsrs

    Bjussssssssssssssssss e até breve.

    Ps: Tô igual ao Batista da Escolinha do Professor Raimundo kkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Uns momentos bem passados por aí!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir

Se não conseguiu deixar um comentário, envie um e-mail:
helenacompagno@hotmail.com